31/10

O litoral norte da Bahia, um destino badalado por abrigar algumas das mais lindas praias do nordeste brasileiro, é um lugar que você não deve deixar de conhecer. Além de quilômetros de praias de água morna, areia branca e coqueirais, guarda curiosos fatos históricos - confira três sobre povoados da região. 

 

Arembepe

 

Saindo de Salvador, Arembepe está a 50 quilômetros e um dos seus pontos de interesse é visitar a Aldeia Hippie que persiste por lá. Entre as décadas de 60 e 70, o local atraiu ícones da contracultura e do movimento hippie – a exemplo do roqueiro Mick Jagger, que passou por lá o verão de 1968. Seguindo o astro, vieram logo depois a cantora Janis Joplin, o cineasta Roman Polanski e o ator Jack Nicholson

 

Itacimirim

O pequeno povoado de Itacimirim tem na deliciosa Praia da Espera um dos seus encantos. E foi lá que, em 1984, o navegador Amyr link terminava com sucesso uma aventura que poderia ter-lhe custado a vida – ele viajou por cem dias quase sete mil quilômetros, saindo da Namíbia, num barco a remo com 5,95m de extensão até parar em Itacimirim e colocar o vilarejo em destaque no mundo.  

 

Praia do Forte 

 A badalada Praia do Forte é conhecida hoje por sua vila cheia de lojas de grife e de charmosos restaurantes com gastronomia diversa. Mas o lugar guarda também fatos da época inicial do descobrimento do Brasil. É lá que está ruína do Castelo Garcia D’Ávila, uma fortificação militar portuguesa construída em 1551 por Garcia D´Ávila, que chegou à Bahia em 1549, com o primeiro governador geral Tomé de Souza. Por suas características medievais, é considerada a única construção do gênero nas Américas. Foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN, em 1938.